«Querido leitor, escrevo-te da Montanha, do sítio onde medram as raízes deste blogue»

sábado, 15 de novembro de 2014

E enquanto vou saboreando "Os Frutos da Terra"...


Serra da Cabreira, 2 de Novembro de 2014



E enquanto vou saboreando “Os Frutos da Terra”, do controverso romancista norueguês Knut Hamsum, devo confessar que senti (uma vez mais) o doce paladar de uma frase da qual eu me sinto espiritualmente e umbilicalmente ligado. Knut Hamsum, um amante da Natureza e das florestas nórdicas em particular, revela o seu ambíguo estado de espírito: (…) «É estranho, entre as árvores destes bosques sinto-me misteriosamente em família!» (…). A frase e a familiaridade que a acompanha caminharam comigo em segredo na minha última incursão pelos bosques encantados da Serra da Cabreira. 

Pedro Durães


2 comentários:

Alexandre Matos disse...

Abraço desta parte da família.

Pedro Durães disse...


Olá Alexandre,

- Obrigado pela visita, e acima de tudo pelo abraço. Até à próxima "aventura"!

Um Abraço Montanheiro,
Pedro Durães