«Querido leitor, escrevo-te da Montanha, do sítio onde medram as raízes deste blogue»

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

BotaPróMonte Férias 2013- “À Descoberta do Parque Natural Sintra-Cascais” (Parte III)


Praia do Guincho + Cabo da Roca + Praia da Adraga
Foto-reportagem: 

Dunas na praia do Guincho

Disse-nos um vendedor de bolas de Berlim quando chegamos: «Não se preocupem. Manhã de nevoeiro, tarde soalheira.» E não é que o homem tinha razão :)
Desfrutando da calma da praia durante as primeiras horas da manhã, antes da “invasão” da malta da capital
A praia do Guincho é bastante frequentada por surfistas, desde simples aprendizes aos mais experientes

Uma boa forma de “matar” o tempo é tentar apanhar os tipos a surfar com as máquinas fotográficas

 Farol no Cabo da Roca
 
Vista para norte. Já reparam no trilho que segue junto à escarpa?

Vista para sul

Cabo da Roca. «Aqui… Onde a terra se acaba e o mar começa...» Assim o disse Camões

Esta acabou por ser a verdadeira surpresa em termos de praias. A lindíssima praia da Adraga
 
Sem dúvida alguma um bom local para “acampar” durante o dia

Vista para sul 

Vista para norte

A praia encontra-se literalmente escondida numa pequena abertura entre as falésias

E enquanto olhava para as escarpas encontrei esta tripla…

… Olhem só, encontrei mais uma! Ai o “bichinho” das caminhadas…
 
 

2 comentários:

Alberto Pereira disse...

Olá Pedro,

Espectaculares estas séries de imagens acerca da tua passagem pelo Parque Natural de Sintra-Cascais!

Muito obrigado pela partilha!

O nosso país é lindo!

Abraço montanheiro.

Pedro Durães disse...

Olá Alberto,

- A maioria das pessoas não faz a menor ideia da beleza natural e cultural do nosso país. Preferem gastar milhares de euros a visitar uma série de monumentos e palácios por esse mundo fora, ou então insistem numa procura frenética por praias paradisiacas. E a verdade é que no Parque Natural de Sintra-Cascais têm tudo isso num raio de meia dúzia de quilómetros...
Tudo isto acaba também por ser o reflexo do abandono a que este país parece destinado, e o pior é que é um abandono por parte de todos nós. O mesmo se aplica a muito pessoal dito "montanheiro". Picos da Europa, Pirinéus, Alpes, destinos sem dúvida deslumbrantes, mas a verdade é que não trocava qualquer um deles por uma caminhada nos bosques da Cabreira, ou então a uma trepadela aos Cornos de Fonte Fria, mas como cada um é como é...

Um Abraço Montanheiro,
Pedro Durães